Home
Botao pesquisar - Imip

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Ísis Lima

Saúde Mental

Dia Mundial da Saúde Mental é comemorado nesta quarta-feira (10)

O Dia Mundial da Saúde Mental é comemorado anualmente no dia 10 de Outubro desde 1992. A intenção da comemoração é colocar temas da saúde mental nas agendas dos governos, para além de centrar a atenção pública na Saúde Mental global, como uma causa comum a todos os povos, para além de limites nacionais, culturais, políticos ou sócioeconómicos.

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), a Saúde Mental vai além da ausência de doenças psicossomáticas e se caracteriza por um bem-estar em que o indivíduo reconhece suas capacidades e limitações e consegue perceber o seu papel social, tornando-se agente de sua própria história.

Apesar do dia 10 de Outubro, Dia Mundial da Saúde Mental, merecer comemorações devido aos inúmeros avanços que o campo tem alcançado, é necessário que a data sirva como um momento para reflexões sobre os problemas que ainda se fazem presentes na realidade do diagnóstico e tratamento de transtornos mentais e para fomentar o desenvolvimento de políticas públicas voltadas ao tema.

VOCÊ SABIA:

* Que, segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, cerca de 31% a 50% da população brasileira pode vir a apresentar pelo menos um episódio de transtorno mental durante a vida?

* Que a loucura já foi encarada pela sociedade de várias formas: como dádiva dos deuses, como falha da natureza, como exacebarção da vontade, etc. E, de um modo geral, o mundo ocidental do séc. XIX e meados do séc. XX enquadra os distúrbios mentais dentro de um grande bloco, a loucura. E vale ressaltar, que o termo é empregado como forma de depreciação do sujeito (“louco”).

* Que antes encarcerados em manicômios, sendo submetidos a torturas físicas e psicológicas, a partir da Reforma Psiquiátrica, iniciada em 1978, essas pessoas passam a ter a direito a um verdadeiro tratamento, direito ao cuidado, e não a serem apenas excluídos da sociedade; com surgimento de uma nova rede de tratamento, como os Centros de Atenção

Psicossocial - CAPS e o fim dos manicômios. Os denominados e tratados como “loucos”, passam, então, a terem seu direito de convívio em sociedade preservados.

Publicado em Tue Oct 09 12:51:00 CDT 2018

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Ísis Lima

Logo - Imip

(81) 2122.4100

Rua dos Coelhos | 300 Boa Vista - Recife - PE - Brasil | CEP 50070-902

(81) 2122.4100