Home
Botao pesquisar - Imip

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Ísis Lima

Em janeiro, campanhas alertam para o diagnóstico precoce da hanseníase e os cuidados com a saúde mental

O Janeiro Branco e o Janeiro Roxo são duas campanhas promovidas neste mês para chamar a atenção da sociedade sobre a importância do cuidado com a saúde mental e o diagnóstico precoce da hanseníase, respectivamente.

Janeiro Branco

O Janeiro Branco chama a atenção da sociedade para as necessidades relacionadas à saúde mental das pessoas e instituições humanas. O mês foi adotado como período da campanha por se tratar de um momento em que as pessoas estão mais propensas a refletirem sobre a vida, relações sociais e em seus sentidos existenciais. Isso pode despertar sentimentos como culpa, frustração e sensação de incapacidade e desencadear um quadro de ansiedade ou depressão.

Além de manter um estilo de vida saudável, prezando por uma alimentação equilibrada, com prática de atividades físicas e respeitando os momentos em que o corpo precisa descansar, procure ajuda profissional em caso de sentimentos persistentes.

O Centro de Valorização da Vida (CVV) realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo de forma voluntária e gratuita todas as pessoas que querem e precisam conversar. O serviço garante total sigilo e atende 24 horas todos os dias.

Janeiro Roxo

A hanseníase se trata de uma doença infecciosa, que pode levar a incapacidades físicas. No entanto, o tratamento precoce assegura a cura doença. No Brasil, o tratamento para a hanseníase é gratuito e oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes podem se tratar em casa, com supervisão periódica nas unidades básicas de saúde.

O Brasil ocupa o segundo lugar mundial em número de casos de hanseníase, perdendo apenas para a Índia. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), todos os anos são diagnosticados, em média, 30 mil novos casos da doença no país.

A doença é transmitida por meio do contato próximo e prolongado com pessoas que tenham a hanseníase e não estejam em tratamento. Por isso, familiares, amigos e colegas de trabalhos de pessoas com Hanseníase também devem ser avaliadas por médicos.

Publicado em 05/01/2021 08:41

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Ísis Lima

Logo - Imip

(81) 2122.4100

Rua dos Coelhos | 300 Boa Vista - Recife - PE - Brasil | CEP 50070-902

(81) 2122.4100