Home
Botao pesquisar - Imip

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Ísis Lima

Oftalmologista do IMIP alerta para os cuidados com a saúde ocular

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 60% das cegueiras podem ser evitadas. A Falta de informação e de acompanhamento oftalmológico são os principais motivos para o desgaste da visão. Nesta semana em que se destaca o Dia Mundial da Saúde Ocular, celebrado nesta quarta-feira (10), a atenção é voltada para a prevenção e os cuidados do dia a dia.

De acordo com o oftalmologista do IMIP, Luciano Lira, é através da visão que recebemos a maioria das informações que chegam do mundo externo. “A visão é formada a partir do estímulo luminoso que penetra nos olhos. Este será captado pelas células fotorreceptoras da retina, transformado em impulso nervoso e conduzido até o córtex visual, onde a imagem será revelada”, explicou o médico. Para que as pessoas tenham uma boa saúde ocular é necessário que esse processo ocorra da melhor maneira.

No mundo, cerca de 300 milhões de pessoas são cegas ou portadoras de baixa visão. Estes problemas podem ser controlados ou até evitados com a ajuda de um especialista, alguns cuidados educacionais preventivos e exames oftalmológicos periódicos. Doenças, como por exemplo, o glaucoma, são sérias e silenciosas, sendo diagnosticadas apenas através de exames específicos. Nesses casos o tratamento deve ser iniciado imediatamente.

Mais do que apenas visitar o oftalmologista, alguns cuidados básicos de rotina podem fazer a diferença para a preservação de uma boa visão, como ter cuidado com o sol, evitar coçar os olhos, manter a região dos olhos limpa, evitar automedicações e usar protetores oculares em situações de risco.

O uso prolongado de aparelhos eletrônicos também pode trazer alguns problemas para a saúde ocular, como cansaço visual, irritação ocular e olho seco. “Estes sintomas estão relacionados à emissão da luz azul por esses equipamentos, e ao fato de que quando a pessoa fixa a visão nesses equipamentos, ela diminui o número de piscadas e consequentemente a lubrificação dos olhos”. Por isso, o uso por um período prolongado pode ser prejudicial.

Com crianças de até 12 anos o cuidado deve ser redobrado, e o tempo de utilização de aparelhos celulares, tabletes deve ser monitorado, já que o aumento de número de casos de miopia pode está relacionado à exposição prolongada a esses equipamentos. Mesmo sendo inevitável diminuir o uso do celular e tablets, as crianças devem utilizá-los por um tempo determinado pelos pais e por uma distância regular dos olhos. As crianças também devem ser estimuladas a realizar atividades externas para alternar com o uso dos aparelhos eletrônicos.

Publicado em 09/07/2019 12:31

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Ísis Lima

Logo - Imip

(81) 2122.4100

Rua dos Coelhos | 300 Boa Vista - Recife - PE - Brasil | CEP 50070-902

(81) 2122.4100