Home
Botao pesquisar - Imip

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Scharlene Guedes

Contato: 81 2122.4724

Saúde IMIP

Veja as causas e como tratar diarreia, problema que deixou Pernambuco em alerta

O Estado enfrenta um surto de diarreia desde o início do ano e já foram contabilizados quase 100 óbitos

Devido ao grande número de mortes por diarreia aguda registradas em Pernambuco, muita gente passou a tomar pequenos cuidados para se prevenir da doença. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, só este ano foram contabilizadas 95 óbitos e 150 mil notificações de pessoas que adoeceram com sintomas semelhantes. Isso acendeu um alerta entre os gestores de saúde pública do Estado.
Pernambuco se mantém em alerta em relação à ocorrência do problema, causado por diferentes agentes, como bactérias (Salmonela SP e Escherichia coli) e vírus (enterovírus). Os casos relacionados ás bactérias estão associados à ingestão de água ou alimentos contaminados.
A equipe de saúde do IMIP recomenda que para todos os casos, vale investir em melhoria da qualidade da água, higiene pessoal e alimentar, como manutenção de condições sanitárias adequadas.
A diarreia aguda é uma doença de evolução autolimitada, ou seja, tem a tendência de ser resolvida pelo próprio organismo, com duração inferior ou igual a 14 dias, diz a médica do IMIP, Socorro Teobaldo. A manifestação predominante é o aumento do número de evacuações, com fezes aquosas ou de pouca consistência. Em alguns casos, há presença de muco e sangue. A doença pode ser acompanhada de náusea, vômito, febre e dor abdominal.
Além disso, a diarreia aguda corresponde a 16% dos atendimentos nas emergências pediátricas, e a 9% das internações em menores de 5 anos. A causa mais comum de diarreia aguda são as infecções, sendo que 74% delas são causadas por vírus, 20% por bactérias e 6% por parasitas. O tratamento tem como objetivo principal avaliar o grau de desidratação e repor ou corrigir as perdas de líquidos. O soro de reidratação oral é o tratamento preferido para crianças com doença diarreica aguda.
Uma orientação recomendada pelos especialistas é sempre higienizar as mãos antes de manipular os alimentos. Deixar frutas e verduras de molho na água e adicionar de duas a três gotas de hipoclorito de sódio são uma alternativa considerada eficaz.
Para o tratamento da diarreia, o ideal é procurar um especialista, manter a hidratação e nunca tomar medicamentos por conta própria. O cuidado com a higiene pessoal também é essencial para evitar o contágio. Com a saúde em dia, aproveitem o friozinho que chegou de forma inédita no nosso estado.

Publicado em Fri Jul 07 07:35:00 CDT 2017

busca

Arquivos

ASCOM

Juliana Guerra

Maiara Andrade

Scharlene Guedes

Contato: 81 2122.4724

Logo - Imip

(81) 2122.4100

Rua dos Coelhos | 300 Boa Vista - Recife - PE - Brasil | CEP 50070-550

(81) 2122.4100