Home
Botao pesquisar - Imip

Mestrado e Doutorado em Saúde Integral

O Programa de Pós-graduação stricto sensu em Saúde Integral do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP) foi criado em 1993, incialmente com o mestrado em Saúde Materno Infantil e em 2006, após atingir o conceito 4 pela CAPES, o programa de pós-graduação foi expandido com a criação do curso de doutorado. Com a expansão do IMIP passando de uma assistência materno infantil para a saúde integral o Programa de Pós-graduação em 2017 passou então a ser denominado Saúde Integral.

Trata-se de um programa stricto sensu de cunho multiprofissional que tem como missão “Formar mestres e doutores com amplo domínio teórico e capacidade crítica e inovadora para o exercício das atividades de ensino superior, de pesquisa e de planejamento e gestão de serviços no campo da saúde integral”.

Atualmente o programa possui nota 5 atribuída pela CAPES na última avaliação quadrienal (2013-2016) e é regulamentado pela Coordenação de aperfeiçoamento de Pessoal de nível Superior (CAPES). Vide Portaria DOU nº609, de 14 de março de 2019.

Coordenador:
Prof. Dr. João Guilherme Bezerra Alves
joaoguilherme@imip.org.br

Vice-coordenador:
Prof. Dr. José Eulálio Cabral Filho
eulalio@imip.org.br

Secretaria Executiva:
Prof. Dr. José Roberto da Silva Junior
Roberto.junior@imip.org.br

Público-alvo

Profissionais de nível superior com graduação em Ciências Biológicas, Biomedicina, Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Medicina, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional e profissionais de outras áreas de formação que atuem comprovadamente na área da saúde.

Objetivos

O Programa de Pós-graduação em Saúde Integral tem por objetivo reunir docentes com formação em áreas especializadas em todas as fases do ciclo de vida. A atividade conjunta dos docentes deve resultar na formação de pessoal qualificado para o exercício de atividades de ensino superior e pesquisa, capacitando mestrandos, doutorandos, pós-doutorandos e alunos de iniciação científica, promovendo maior produtividade científica na área de programas e serviços de saúde, investigações epidemiológicas, clínica, cirúrgica, ciência básica e translacional no ciclo de vida.

Com isso, pretende-se formar docentes pesquisadores, com visibilidade nacional e internacional, capazes de liderar grupos de pesquisa e produzir novos conhecimentos através dos diversos métodos de investigação científica, criando e respondendo perguntas de pesquisa não esclarecidas, em especial àquelas relacionadas à realidade local e que possam contribuir para elevar os níveis de saúde de nossa população. Da mesma forma, se pretende capacitar recursos humanos de excelência, para o exercício da docência em nível superior, nas mais diversas regiões do país.

Áreas de concentração e linhas de pesquisa

Os cursos de Mestrado e Doutorado em Saúde Integral estão estruturados em três áreas de concentração, com suas respectivas linhas de pesquisa:

Programas e Serviços de Saúde:

- Avaliação de programas e serviços de saúde;

- Educação de profissionais em saúde.

Investigação epidemiológica, clínica e cirúrgica

- Estudos epidemiológicos, clínicos e translacionais no pré-natal, parto e puerpério;

- Estudos epidemiológicos, clínicos e cirúrgicos dos agravos prevalentes na infância e adolescência;

Estudos epidemiológicos, clínicos e cirúrgicos na saúde do adulto e idoso;

Estudos epidemiológicos, clínicos e cirúrgicos em urologia e ginecologia;

Epidemiologia dos problemas do crescimento e desenvolvimento, alimentação e nutrição;

- Prevenção de doenças de adulto na infância e na adolescência.

Pesquisa Básica e Translacional:

- Estudos da biologia do envelhecimento e do câncer: aspectos celulares, moleculares, genéticos e imunológicos;

- Mecanismos celulares e moleculares da imunidade, inflamação e infecção.

Infraestrutura

Os Programas de Pós-Graduação do IMIP dispõem de um prédio de dois pavimentos com 476 m2 de área total com 8 (oito) salas de aula (30 lugares/sala com equipamentos audiovisuais e com acesso à internet), uma sala para os docentes com uma mesa para reunião e computador com internet, uma copa, 2 (dois) sanitários e área de circulação.

Laboratório de Informática: Sala de 70 m2 com 18 computadores ligados à internet e equipados com programas de edição de texto, planilhas eletrônicas e pacotes estatísticos para análise de dados das pesquisas; como os "softwares" específicos "EPI-INFO", "Statistics" e "SPSS". O laboratório conta com equipamento de projeção de multimídia. Laboratório de Telessaúde: 2 Salas de 55 m2 com capacidade para 30 pessoas, equipada com aparelhagem para transmissão e recepção de áudio e imagem.

Os estudantes contam com os produtos e serviços oferecidos pela Biblioteca Ana Bove, Trata-se de uma biblioteca especializada em saúde com a missão de dar suporte e oferecer serviços informacionais aos estudantes dos cursos vinculados ao IMIP (graduação e pós-graduação), bem como os profissionais que integram todos os setores da instituição.

Além disso, o IMIP possui para o ensino, oito auditórios. Destacamos o “Espaço Ciência e Cultura”, espaço utilizado para a realização de congressos, convenções, conferências e eventos culturais e artísticos. Esse auditório tem capacidade para 720 pessoas. É climatizado e dotado de moderno sistema acústico de áudio e vídeo. No total, o IMIP dispõe de 1.360 lugares entre auditórios e salas para acomodar os estudantes. Vale destacar que o IMIP possui uma sala especial e equipada para as defesas de tese da instituição, a “Sala de defesa de tese Prof. G. J. Ebrahim” comportando até 80 pessoas.

Destacamos ainda, o complexo hospitalar do IMIP e seus diversos laboratórios que servem de campo de pesquisa para a Pós-graduação. A instituição possui ainda uma diretoria de pesquisa, um centro de pesquisa clínica, um laboratório de pesquisa translacional e biobanco, um Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos, o Núcleo de Telessaúde Do IMIP (NTES/IMIP), página de internet da pós-graduação e repositório institucional, acesso a REDCap e ao periódicos CAPES e uma série de projetos de pesquisa e cooperações interinstitucionais dos docentes Permanentes da Pós-graduação, que recebem financiamento de órgãos de fomento governamentais (FAPs, CNPq, FACEPE) e internacionais.

Impacto do programa

O Programa tem contribuído com a produção de conhecimento acerca de importantes e variados aspectos que envolvem a saúde humana nos diversos ciclos da vida, tanto no que se refere a seus fatores biológicos, clínicos e epidemiológicos e também aos programas e aos serviços que compõem o leque de elementos constituintes dos sistemas de saúde, através do desenvolvimento de estudos inovadores, traduzidos em uma produção intelectual de alta qualidade com impacto regional, nacional e internacional.

Nesse sentido, a produção intelectual do Programa tem alcançado uma abrangência que além de contribuir com o conhecimento produzido no âmbito da saúde nacional, principalmente do SUS, tem contribuído com temas de interesse internacional. Assim, se observa um leque variado de temas abordados por essa produção – realização de pesquisas e publicações científicas - que se articulam no processo ensino-aprendizagem, fortalecendo a capacidade de compreensão e de análise dos envolvidos, contribuindo com a qualificação das práticas clínicas e com a geração de novos conhecimentos delas decorrentes.

Por fim, destaca-se a forte atuação do Programa na área do Covid-19, impactando diretamente na assistência aos pacientes e na produção técnica e científica na área.

Internacionalização

A cooperação internacional (CI) configura um diferencial estratégico para a qualificação das atividades do ensino e pesquisa em saúde, assim como da assistência. Entendendo a CI como parte essencial da visão institucional estratégica de futuro (foresight), o IMIP atualmente está estruturando uma rede de apoio gerencial específica para a área de saúde integral. Foi instituída uma Assessoria de Cooperação Internacional, ligada diretamente à Superintendência Geral do IMIP, com o objetivo de apoiar e maximizar o impacto de iniciativas já existentes e mapear oportunidades internas e externas para sua expansão. Através da formalização de um Núcleo de Internacionalização, com metas de curto e médio prazo, o IMIP planeja, até 2022, a construção e pactuação de uma nova Política Institucional de Cooperação Internacional, integrada, transversal e sustentável, com ativa participação docente e discente dos programas de pós-graduação.

Entre os eixos que compõem as atividades já iniciadas ou planejadas para 2021-2022, a partir da Assessoria de CI, podemos citar: a) treinamento da equipe de apoio em liderança, captação, gestão administrativa e aspectos jurídicos da CI; b) afiliação institucional a redes internacionais de fomento e apoio à CI, como Grupo de Cooperação das Universidades Brasileiras (GCUB); c) mapeamento regular e divulgação interna de oportunidades de financiamento de CI; d) fortalecimento da rede de ex-alunos (egressos) e ex-professores do IMIP que ocupam lugares estratégicos em seus países de origem; e) apoio aos docentes e pesquisadores para a participação em redes temáticas internacionais em suas linhas de pesquisa; f) encaminhamento de projetos institucionais para captação de recursos para retomar atividades de cooperação sul-sul, com especial foco nos países da África lusófona e América Latina; g) fortalecimento da parceria estratégica entre o IMIP e a Faculdade Pernambucana de Saúde para mobilidade internacional discente e docente; h) apoio aos docentes e pesquisadores na identificação de parceiros potenciais e respectivas fontes de financiamento; i) realização de seminários, webinários, oficinas e eventos sobre CI no âmbito dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Agenda 2030, sobretudo o que se refere ao objetivo 3 (Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todas e todos, em todas as idades); j) acompanhar e monitorar indicadores de internacionalização, propondo revisão anual de metas no contexto da política institucional de CI. Pretendemos com isso, estimular e criar cada vez mais parcerias internacionais.

Ressaltamos que atualmente o Programa tem diversos projetos financiados por instituições internacionais e tem estabelecido parcerias com instituições e pesquisadores estrangeiros. Além disso, destacamos a grande contribuição do Programa com temas relacionados ao Covid-19, gerando publicações internacionais e dados de interesse mundial.

Intercâmbios

O programa de pós-graduação stricto sensu em Saúde Integral do IMIP mantém intercâmbios internacionais e nacionais de ensino e pesquisa que visam o desenvolvimento de atividades conjuntas e sistemáticas de produção de conhecimento. 

- Intercâmbios Internacionais 

- Intercâmbios Nacionais  

Egressos

A pós-graduação stricto sensu em Saúde Integral do IMIP, ao longo dos seus 28 anos, tem adquirido grande importância na formação de profissionais de saúde na região nordeste, tendo passado por notável crescimento e favorecido o desenvolvimento de várias esferas da saúde e do ensino em todo território brasileiro. Isso se expressa nos resultados obtidos pelos Egressos do Programa e está em pleno acordo com o planejamento estratégico institucional.

Tal sucesso se dá principalmente pela clareza do Programa quanto ao perfil do egresso que deseja formar, “Pesquisador em saúde integral, com domínio amplo de conhecimentos na área da Saúde Integral, com possibilidade de atuação no ensino, na pesquisa, no desenvolvimento técnico-científico e na produção científica, tendo em vista a capacidade de análise e intervenção nas áreas de concentração do programa” e pelos inúmeros investimentos institucionais captados junto aos diversos órgãos de fomento, visando o desenvolvimento de atividades e projetos com alto nível de formação e pesquisa.

Diante desse cenário, são inúmeros os casos de sucesso identificados pelo Programa quanto a inserção dos seus egressos no mercado de trabalho e desempenho de suas funções na área de docência e na gestão em saúde e pesquisa que geram desenvolvimento, impacto social e econômico para a região.

- Disponibilizamos aqui um relatório com a descrição detalhada da atuação profissional de nossos egressos considerando o ex-aluno como vinculado ao programa até 5 anos após a defesa final, de acordo com o estabelecido pela CAPES. 

Contato

Logo - Imip

(81) 2122.4100

Rua dos Coelhos | 300 Boa Vista - Recife - PE - Brasil | CEP 50070-902

(81) 2122.4100

Usamos cookies e métodos semelhantes para reconhecer os visitantes e lembrar suas preferências. Ao escolher "CONCORDO", você concorda com o uso de todos os métodos por nós e por terceiros. Para saber mais consulte nossa Política de Privacidade.

CONCORDO